Home » Destaques » O CRESCIMENTO DA FÉ

O CRESCIMENTO DA FÉ

A paróquia é uma comunidade catequética.

É “uma comunidade que catequiza: comunidade que convoca, integra e acompanha seus membros na oração, nos sacramentos, na caridade e na corresponsabilidade da missão”.

A paróquia é espaço privilegiado da catequese.

É “o lugar mais significativo, no qual se forma e se manifesta a comunidade cristã.

Esta é chamada a ser uma casa de família, fraterna e acolhedora, onde os cristãos tornam-se membros conscientes de ser povo de Deus”.

Assine a Revista Paróquias e receba em casa material sobre Gestão Eclesial

A paróquia é ambiente comunitário favorável e concreto para realizar a catequese dos cristãos.

“As paróquias são células vivas da Igreja e lugares privilegiados em que a maioria dos fiéis tem uma experiência concreta de Cristo e de sua Igreja.

Encerram inesgotável riqueza comunitária porque nelas se encontra imensa variedade de situações, idades e tarefas.

Sobretudo hoje, quando as crises da vida familiar afetam tantas crianças e jovens, as paróquias oferecem espaço comunitário para se formar na fé e crescer comunitariamente”

CATEQUESE NA PARÓQUIA

Como parte da missão profética, a catequese é o processo de educação da fé dos cristãos na paróquia.

Abrange tanto a iniciação à vida cristã como também a formação permanente.

A finalidade fundamental da catequese é o amadurecimento da fé dos catequizandos e das comunidades cristãs.

Por isso, procura levar “o catequizando a conhecer, acolher, celebrar e vivenciar o mistério de Deus, manifestado em Jesus Cristo, que nos revela o Pai e nos envia o Espírito Santo.

Conduz à entrega do coração a Deus, à comunhão com a Igreja, corpo de Cristo, e à participação em sua missão”.

A catequese inicial destina-se àqueles que estão se preparando para realizar os sacramentos de iniciação cristã:

Batismo
Primeira Eucaristia
Crisma

Já a catequese permanente dirige-se àqueles, já batizados e conscientes da fé, que necessitam de continuar seu aprofundamento na formação cristã.

Como atividade da paróquia, a catequese é ação eclesial, porque transmite a fé da Igreja, isto é, o que ela crê, celebra, vive e ora.

Por isso, a catequese introduz o discípulo de Jesus no conhecimento da Tradição e da Sagrada Escritura, das fórmulas da fé, particularmente do Credo Apostólico.

A catequese é uma educação orgânica, sistemática e integral.

EXPLICANDO A CATEQUESE

É orgânica porque oferece uma síntese coerente e harmônica da mensagem cristã.

A catequese é sistemática uma vez que segue um programa articulado com encontros articulados de formação.
É integral no sentido de que educa o catequizando em todas as dimensões da fé cristã.

Educa na compreensão da fé, na participação da celebração litúrgica, na transmissão de atitudes evangélicas e éticas, na vivência comunitária, no aprendizado espiritual e orante, no compromisso apostólico e social.
MINISTÉRIO DO CATEQUISTA NA PARÓQUIA

Antes de tudo, ser catequista é um ministério na paróquia.

“No conjunto dos ministérios e dos serviços, com os quais a Igreja particular atua a sua missão evangelizadora, ocupa um posto de relevo o ministério da catequese”.

Como ministro da Igreja, o catequista deve se identificar com sua missão específica na paróquia.

Dele se espera, “em função de seu próprio carisma e ministério na Igreja, que desenvolva em si, de maneira crescente e exemplar, algumas características essenciais: a identificação pessoal com o caráter próprio da catequese; a capacidade de fundamentar vivencial e intelectualmente a fé da Igreja em adultos, anciãos, jovens, adolescentes e crianças; a assimilação progressiva da pedagogia e do evangelho de Jesus, formador de discípulos e missionários”.

Hoje, a formação dos catequistas é essencial na paróquia. Seu objetivo “é promover o aprofundamento do catequista na fé e capacitá-lo a fim de ajudar os cristãos no crescimento da maturidade da fé”.


CATHOLICUS

 

Autor: vidanova