NOTÍCIAS

Previdência complementar de servidores fecha 2017 com saldo de R$ 818 mi

19/02/2018
Da Redação: Jornal Da Franca
Foto: Divulgação
 
A Fundação de Previdência Complementar do Estado de São Paulo (SP-PREVCOM), entidade responsável pela gestão de benefícios previdenciários dos servidores públicos paulistas, fechou 2017 com patrimônio de R$ 818 milhões, resultado expressivo em comparação aos R$ 605 milhões do encerramento do ano anterior.
 
Na avaliação da entidade, o desempenho foi alcançado pelo volume de contribuições mensais e aportes extras dos servidores somados à contrapartida paritária do governo estadual além do acerto da política de investimentos conservadora que manteve a rentabilidade acima da meta durante o longo período de crise.
 
O retorno dos investimentos manteve-se em alta no acumulado de 2013 a 2017. Os recursos dos planos renderam 74,62%, acima da meta de IPCA mais 5% que ficou em 69,64% e dos 67,85% do CDI neste mesmo intervalo de tempo. O ganho obtido pela Fundação superou os 40,58% das aplicações em poupança e a inflação de 34,21%.
 
No balanço de 12 meses, a SP-PREVCOM alcançou seu objetivo e fechou com ganho de 8,98% em relação ao alvo de 8,09%. O rendimento ficou levemente abaixo dos 9,92% do CDI e ultrapassou os 6,69% da poupança e a inflação de 2,95%.
 
A SP-PREVCOM recebeu no ano R$ 471,12 mil portados de outros fundos e R$ 4,2 milhões em contribuições facultativas. Os primeiros pedidos de aposentadoria foram encaminhados e deferidos pela Fundação que terminou 2017 com folha de pagamentos mensais de R$ 4,377 milhões e 291 servidores aposentados dentro do novo regime de previdência complementar.