NOTÍCIAS

Unicamp divulga oportunidades extras

24/11/2017
Da Redação| Portal G1
Foto: Divulgação
 
Conselho Universitário da Unicamp (Consu) aprovou, na terça-feira (21), a oferta de vagas pelo Enem no vestibular 2019, e a criação de oportunidades extras para os candidatos que se destacarem em olimpíadas que tenham pelo menos abrangência nacional.

Segundo José Alves de Freitas Neto, coordenador executivo da comissão organizadora do vestibular (Comvest), 20% das 3,3 mil oportunidades em 70 cursos de graduação serão preenchidas de acordo com o desempenho obtido pelo candidato na prova do Enem. A Unicamp, explica, regulamentará um sistema próprio em edital, onde serão consideradas avaliações das unidades de ensino.

"O Consu considerou que é um mecanismo mais democrático e permitirá mais oportunidades", ressaltou Freitas Neto ao mencionar sobre a escolha desta modalidade e, com isso, rejeição à oferta de vagas pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), organizado pelo Ministério da Educação.

A distribuição, explica o coordenador, será feito da seguinte maneira: 10% aos oriundos de escolas públicas; 5% aos candidatos autodeclarados pretos e pardos procedentes de unidades da rede; e outros 5% reservados exclusivamente para os estudantes autodeclarados pretos e pardos.

Vagas extras

Outra proposta já aprovada pelos conselheiros é a criação de vagas extras para vencedores de olimpíadas que tenham pelo menos abrangência nacional. Segundo Alves, o número de oportunidades aumentará em até 10% por curso, e a competição será restrita aos inscritos neste grupo. "Ele deve ser no mínimo bronze. A expectativa é que tenhamos 170 vagas disponíveis."

Ele mencionou que a proposta não implicará em alta de gastos para a universidade. "Há uma compensação por causa da evasão registrada ao longo do curso", falou o coordenador.

Paais

O Programa de Ação Afirmativa e Inclusiva (Paais), aplicado desde 2005 na universidade, também será reformulado e o bônus deve ser somado à nota final de cada fase do exame da seguinte maneira: 40 pontos para estudantes que cursaram todo o ensino médio na rede pública, e 20 pontos para os que fizeram todo o ensino fundamental II em unidades públicas.

Para os estudantes que realizaram ensino fundamental II e ensino médio na rede pública, portanto, serão incorporados 60 pontos às notas das provas. Por outro lado, autodeclarados pretos, pardos e indígenas deixam de ser contemplados no Paais, diante da inclusão de novas formas de acesso.

A universidade

De acordo com site da Unicamp, atualmente há 34,6 mil alunos matriculados nos cursos de graduação e pós oferecidos nos campi de Campinas, Limeira e Piracicaba. Desde 2009, a universidade não registra aumento significativo de vagas, de acordo com a Comvest.

No domingo, a universidade aplicou a 1ª fase do vestibular 2018 para 76,5 mil candidatos e a abstenção foi de 9,02%.