NOTÍCIAS

Celebração do Dia Nacional Mariano

21/10/2017
Da Redação | Portal A12
Foto: Divulgação
 
As celebrações dos 300 anos foram concluídas no Santuário Nacional no último dia 12 de outubro, mas os trabalhos na casa da Mãe Aparecida continuam com toda força e as novidades para os próximos meses, especialmente para 2018 já estão sendo preparadas.
 
Apesar do movimento no Santuário voltar ao normal, após ter recebido no dia da Padroeira do Brasil cerca de 177 mil devotos, a rotina é retomada com foco na missão própria do Santuário, que é acolher os peregrinos, celebrar com eles e orientá-los na vida cristão, afirmou o reitor padre João Batista de Almeida.
 
Nos próximos meses, novembro e dezembro a Senhora Aparecida continuará a ser celebrada no dia 12, estendendo as comemorações do Jubileu em uma celebração após a missa das 9h, no Altar Central, no mesmo horário das Coroações, às 10h. “Será Maria, a rainha protegendo o seu povo”, explica padre João Batista.
 
A grande novidade anunciada pelo reitor será o Dia Nacional Mariano, com celebrações especiais a partir de janeiro de 2018 a cada dia 12, refletindo Maria, a Leiga fiel a Jesus, em razão do Ano do Leigo que será aberto pela Igreja na véspera de Cristo Rei.
 
“Para nós, 2018 será Maria, a leiga fiel a Jesus, ela que com toda a sua força maternal, acompanhou o filho amado de Deus e fez com que Ele se tornasse pra nós o Deus Conosco, e a missão da Igreja é gerar Jesus para o mundo, então nós vamos olhar para Maria, como aquela leiga que realizou essa missão”, enfatizou o reitor.
 
O Dia Nacional Mariano será celebrado no Santuário Nacional com cerimônia especial, a reza do terço, entre outras ações que serão divididas nos nove meses que antecedem a Festa da Padroeira em outubro de 2018. “Nós estamos já com o texto da novena quase pronto e vamos olhar para Maria, como a discípula missionário de Jesus. Não tem outra maneira de celebrá-la senão como aquela que seguiu Jesus, e aquela que levou Jesus e continua levando Jesus para o mundo”, pontou padre João Batista.
 
Além disso, os devotos têm muito a celebrar em 2018, pois há 40 anos, a imagem de Aparecida era restaurada e entregue novamente ao povo brasileiro, após o tentado em 1978. “Nossa Senhora renasceu das águas praticamente, ela foi reencontrada a partir de uma realidade difícil, ela foi dada novamente ao povo brasileiro,” recordou o missionário redentorista, padre João Batista.
 
Outro ponto destacado pelo reitor para 2018 foram às obras, entre elas, o Caminho do Rosário e a definição do projeto de acabamento do Santuário.