WHATSAPP: (16) 99288-3596
 
NOTÍCIAS

Diocese suspende missas de 2ª a 6ª, encurta celebrações, cancela procissões e reuniões

18/03/2020
 
GCN
 
A Diocese de Franca decidiu endurecer as medidas de prevenção ao avanço do coronavírus no País. Na manhã desta quarta-feira, 18, a cúpula da Igreja Católica da região se reuniu e decidiu suspender as missas realizadas durante a semana, cancelar as tradicionais procissões da Semana Santa, adiar todas as reuniões, encontros e eventos, encurtar as celebrações e oferecer um maior número de missas durante os domingos, para evitar aglomerações nas igrejas.
“Estamos tomando, agora, decisões talvez um pouco duras para nós, como cristãos, como católicos, mas nós queremos acompanhar também aquilo que a sociedade civil está respondendo como forma de prevenção (ao coronavírus)”, afirma o bispo diocesano Dom Paulo Roberto Beloto.
O chefe da Igreja Católica na região já havia tomado várias medidas desde a semana passada, mas agora resolver endurecer as recomendações, seguindo as orientações das autoridades de Saúde.
Além de Dom Paulo, participaram da reunião de hoje o Vigário Geral da Diocese, Monsenhor José Geraldo Segantin, os membros do Colegiado de Pastoral (o Coordenador Diocesano de Pastoral e os Vigários Forâneos) e do Sedal (Serviço Diocesano de Animação Litúrgica).
As missas realizadas de segunda a sexta-feira em todas as paróquias da região estarão suspensas por tempo indeterminado a partir da próxima semana. Continuam apenas as celebrações das noites de sábado e as realizadas durante o domingo. A orientação é para que as celebrações aconteçam em espaços mais amplos e arejados, evitando pequenas capelas.
Mesmo assim, a recomendação é para que as celebrações sejam encurtadas, omitindo ritos, como o de entrada, alguns cânticos e o abraço da paz, que já estava suspenso. As demais orientações continuam valendo, como evitar o contato entre fiéis durante as missas e ministrar a eucaristia apenas na mão.
O bispo disse ainda que os demais sacramentos, como batismo, unção dos enfermos e confissão, estão suspensos. Apenas no caso de casamentos, é que a igreja está verificando com os noivos a possibilidade de adiamento.
Tais medidas ganham ainda mais peso devido ao momento em que são tomadas. Os católicos vivem o período da Quaresma, período em que se preparam para a data mais importante da Igreja, a Páscoa, em que celebram a ressurreição de Jesus Cristo.
Como parte dessa preparação, a maioria das paróquias já realizou confissões comunitárias, segundo Dom Paulo. E para evitar o contato, o bispo autorizou que a absolvição fosse dada de forma geral a todos os fiéis. Mesmo assim, todos os padres estão orientados a conceder a absolvição geral nas missas do próximo fim de semana.
O bispo ainda dispensou da participação em missas de todos os idosos, enfermos, integrantes de grupos de risco e crianças.
Durante o Tríduo Pascoal, mais mudanças para evitar a proliferação do coronavírus. A procissão do Domingo de Ramos, a Procissão do Encontro e a da Sexta-feira Santa foram canceladas. Medidas também serão tomadas para evitar aglomerações e encurtar as celebrações que têm especial significado para os católicos.
A missa realizada tradicionalmente na manhã da Quinta-feira Santa será fechada para os fiéis, apenas os padres poderão participar.
Entre as medidas já anunciadas pela Diocese, estão as suspensões dos encontros de catequese e da Oração da Laudes, a partir desta quarta-feira, na Catedral de Franca.  O funcionamento da Cúria Diocesana também foi alterado: das 8 às 11 horas, às terças e quintas-feiras, e das 14 às 17 horas, às segundas, quartas e sextas-feiras.
“Pedimos para que rezemos muito pelas nossas autoridades e, de modo particular, por nossos idosos, por todas as pessoas dos grupos de risco e por todos os profissionais da Saúde”, pediu Dom Paulo.
 
Terço da Esperança
A Diocese de Franca convida todos os fiéis da região a participarem do Terço da Esperança e da Solidariedade. O momento de oração será realizado pela CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil), nesta quarta-feira, 18, às 15h30, no que os católicos denominam “hora da misericórdia”. A oração será transmitida pelo Facebook da CNBB e por diversas emissoras de TV e rádio de inspiração católica.
O objetivo, segundo a CNBB, é intensificar as orações, em comunhão com o Papa Francisco, “diante do complexo quadro gerado pela pandemia do Covid-19, o Coronavírus”.
A rádio Vida Nova fará parte desta comunhão para o Terço da Esperança e Solidaroedade. 

 


AV. DISTRITO FEDERAL, 1341 - SÃO JOSÉ - FRANCA-SP | TELEFONE: (16) 3720-9309

©2017 VIDA NOVA FRANCA - Todos os direitos reservados - desenvolvido por Alsite Design