NOTÍCIAS

PF faz buscas no gabinete de irmão de Geddel na Câmara

17/10/2017

Da Redação | Folha Press
Foto:
 Divugação | 

A Polícia Federal realizou ontem uma operação de busca no gabinete do deputado Lúcio Vieira Lima (PMDB-BA), irmão do ex-ministro Geddel Vieira Lima.

A Folha apurou que a PF também realiza busca e apreensão na casa de Lúcio em Salvador (BA). O apartamento do parlamentar é vizinho ao do irmão Geddel, preso na Papuda (DF) desde setembro.

A ação está relacionada aos R$ 51 milhões encontrados pela polícia em um apartamento que seria utilizado como "bunker" em Salvador. O dinheiro é atribuído a Geddel.

A operação foi a primeira deflagrada a pedido da procuradora-geral da República, Raquel Dodge, e autorizada pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

No "bunker", a polícia encontrou um recibo assinado por uma funcionária de Lúcio, uma mulher chamada Marinalva de Jesus. Por esse motivo, o caso que estava na Justiça Federal de Brasília acabou indo para o ministro do STF Edson Fachin.

Na semana passada, a investigação foi dividida em duas, a parte relacionada a Geddel voltou para a Justiça Federal de Brasília e a de Lúcio ficou no STF.

Além de impressões digitais do ex-ministro, a PF tentava identificar se havia algum fragmento do deputado nos montes de dinheiro.

Segundo a PF, o montante encontrado no apartamento em Salvador foi a maior apreensão de dinheiro em espécie da história. A polícia relacionou o "bunker" com corrupção do PMDB na Câmara.