NOTÍCIAS

Temer estuda pedir prorrogação de prazo para respostas à Polícia Federal

05/06/2017

Da Redação | Do Portal UOL 
Fotos: Eraldo Peres | Associed Press, Divugação | Folha Press 

O presidente da República, Michel Temer, estuda pedir prorrogação no prazo para responder às 82 perguntas feitas pela Polícia Federal. Nesta segunda-feira (5), a Polícia Federal enviou a Temer as perguntas do depoimento que o presidente Michel Temer irá prestar por escrito no inquérito a que ele responde por suspeita de envolvimento nos crimes de corrupção, obstrução à justiça e organização criminosa.

A Polícia Federal entregou as perguntas às 16h30 aos advogados do presidente. Foram 82 questões, que não abordam apenas o áudio da conversa entre Temer e o empresário Joesley Batista, mas outros fatos investigados no inquérito. O presidente poderá responder às perguntas por escrito, ou recorrer ao direito, concedido a todo investigado, de permanecer em silêncio. 

Por enquanto, Temer tem até as 16h30 desta terça-feira (6) para devolver as respostas. No entanto, seus advogados e auxiliares estudam pedir uma prorrogação no prazo. Interlocutores do presidente argumentam que a quantidade de perguntas é excessiva e com muitos detalhes para descrever.