NOTÍCIAS

Ministros da Eucaristia participam de encontro diocesano

01/06/2017
Da Redação | Do Portal da Diocese de Franca
Fotos: Divulgação | Diocese de Franca
 
A Diocese de Franca realizou recentemente formação dos Ministros Extraordinários da Sagrada Comunhão. O encontro é anual e tem como proposta reavivar o amor dos servos neste ministério.
 
Segundo a Instrução Ecclesiae de Mysterio, este ministério é “um serviço litúrgico que responde as necessidades objetivas dos fiéis, destinado sobretudo aos enfermos e às assembleias litúrgicas nas quais são particularmente numerosos os fiéis que desejam receber a sagrada Comunhão”.Entre as atribuições do Ministro Extraordinário da Sagrada Comunhão estão: auxiliar o Ministro Ordenado (Diácono, Presbítero e Bispo) na distribuição da Eucaristia na Missa e em outras celebrações (Sacramentos e Sacramentais); distribuir a Eucaristia na Celebração da Palavra com Comunhão; levar e entregar a Eucaristia aos Enfermos e idosos; expor o Santíssimo Sacramento para a Adoração; abrir e fechar o sacrário para adorações (não dar a bênção); dar assistência espiritual aos doentes e idosos nas residências e nos hospitais; a pedido, ou por determinação do pároco ou dos vigários paroquiais, acompanhar os velórios.
 
Reunidos por Foranias, a divisão da diocese por região (Nossa Senhora da Conceição, Nossa Senhora Aparecida, Santa Geana, Madre Rita de Jesus e São Joaquim), centenas de servos atuantes puderam acolher a formação ministrada pelo padre Cristovam Iubel, da diocese de Guarapuava (Paraná).
 
Motivada pelo Ano Mariano, Lançar um olhar para Maria como modelo para o exercício do ministério foi a proposta desenvolvida pelo palestrante convidado em todas as noites de formação.
 
A partir da Sagrada Escritura, Padre Cristovam levou os participantes a olhar para a trajetória de Maria,refletindo e revendosobre o próprio ministério, “sem jamais esquecer que o Espírito Santo dá a graça para viver todas as coisas”, salientou ele.Exortou a todos a ter Maria como um espelho.“Que olhemos para ela e nos encontremos nela, com sua história, seus problemas, etc. Nós em nossa simplicidade, também somos chamados a servir Jesus. Lembremo-nos da trajetória de Maria, continuou ele, em nenhum momento ela desistiu! Disse ainda que cada um deve servir bem e crescer na fé, para que outros possam crescer também.